Blog

Scrum

Novo Guia Scrum 2016

Nova versão para o Guia Scrum 2016

Uma nova versão para o Guia Scrum foi publicada no site www.scrumguides.org início de julho de 2016. A versão anterior era de 2013 e a única mudança relevante nesta nova versão é a adição dos 5 Valores do Scrum.  Todas as orientações que já existiam na versão anterior permaneceram intactadas nesta nova versão. Sendo assim, consideramos que esta nova versão não cria impacto para quem estava estudando para o exame Professional Scrum Master I da Scrum.org.  Pode cair alguma questão relacionada a estes valores e o que vamos abordar neste artigo é o suficiente para isto. 

Os 5 valores do Scrum adicionados na nova versão complementam os três pilares (transparência, inspeção e adaptação) que já existiam na versão anterior. Eles são: coragem, foco, comprometimento, respeito e abertura.

Estes valores foram mencionados no livro Agile Software Development with Scrum, de Ken Schwaber e Mike Beedle – mas eles não faziam parte do guia oficial Scrum até então. Eles foram adicionados por sugestão de Iain McKenna (23 de outubro de 2014) no Scrum Guide User Voice, um canal no qual o público pode fazer sugestões de mudanças para o guia. Usuários comentaram e votaram nestes valores para que entrassem no Scrum Guide 2016.

Os cinco valores valores do Scrum são como um coração para o restodo framework e seus respectivos processos e métodos definidos pela equipe. Os membros da equipe podem usar esses valores como diretrizes para tomar uma decisão que beneficie o indivíduo, a equipe e o projeto no caminho para alcançar um objetivo comum. Estes valores são importantes para uma implementação bem sucedida de Scrum.

O texto oficial adicionado no Scrum Guide 2016 é o seguinte: "Quando os valores de comprometimento, coragem, foco, abertura e respeito são incorporados e vividos pela equipe Scrum, os pilares do Scrum de transparência, inspeção e adaptação ganham vida e constroem confiança para todos. Os membros da equipe Scrum aprendem e exploram esses valores quando trabalham com eventos, papéis e artefatos do Scrum. O sucesso no uso de Scrum depende de as pessoas se tornarem acostumadas a viver esses cinco valores. As pessoas se comprometem a alcançar os objetivos da equipe Scrum. Os membros da equipe têm coragem para fazer a coisa certa e trabalhar em problemas difíceis. Todos focam no trabalho da sprint e nos objetivos da equipe Scrum. A equipe Scrum e suas partes interessadas concordam em serem abertas a respeito de todo o trabalho e os desafios com sua execução. Os membros da equipe Scrum respeitam e veem uns aos outros como pessoas capazes e independentes”.

Os três pilares (transparência, inspeção e adaptação) atuam como uma base sobre a qual os cinco valores do Scrum capacitam a equipe Scrum a entregar valor. Coragem e respeito são valores-base: com respeito a equipe Scrum tem coragem para compartilhar, ouvir e experimentar ideias. Com foco a equipe Scrum pode evitar distrações e se comprometer com as metas da sprint. E com respeito e coragem a equipe Scrum pode ser mais aberta para criar um ambiente agradável para trabalhar, com transparência e agregação de valor.

Vamos ver um por um:

1. Comprometimento

"As pessoas se comprometem a alcançar os objetivos da equipe Scrum"

O Scrum como metodologia dá responsabilidades às equipes. O objetivo da sprint é definir metas realistas e claras em uma duração acordada de 1 a 4 semanas. O comprometimento da equipe é acolher mudanças e agregar valor e ela só pode ser comprometida se gostar de fazer isso. Como indivíduo, o comprometimento é estar disponível para contribuir para o alcance da meta da sprint. Comprometer-se a aprender e colaborar, comprometer-se com os valores do Scrum e com a entrega de software de trabalho (e com o que mais a equipe desejar). O comprometimento não deve ser tomado como uma obrigação, mas como um objetivo definido que a equipe gostaria de alcançar e com o qual obter valor. Ele não é uma decisão forçada, e sim coletiva da equipe de Scrum. Se houver uma tarefa urgente a ser tratada durante a sprint, a equipe pode decidir os próximos passos em conjunto, mantendo a harmonia.

2. Foco

"Todos focam no trabalho da sprint e nos objetivos da equipe Scrum"

A vida se torna fácil quando sabemos o que fazer primeiro e onde colocar energia de forma organizada. Quando a equipe define e se compromete com a meta da sprint, isso ajuda o indivíduo e a equipe a se concentrarem e reduzirem desperdício com tarefas de menor valor agregado. O product owner e o scrum master podem proteger a equipe de desenvolvimento contra solicitações externas desnecessárias. Os backlogs do produto e da sprint são ordenados com definições claras de concluído e pronto. No Scrum focamos nossos esforços em um curto período (time-boxed), mantendo em mente as metas. A parte interessada inspeciona no final de sprint e se adapta de acordo, decidindo o que fazer a seguir considerando a complexa e altamente imprevisível indústria de desenvolvimento de software. A sprint funciona como uma rede de segurança, pois há menos risco que em um projeto onde temos os resultados depois de 6 a 12 meses com menos tempo para tomar medidas corretivas. No Scrum há menos surpresas e mais tempo para corrigir se as coisas não acontecem de acordo com a meta da sprint.

3. Abertura

"A equipe Scrum e suas partes interessadas concordam em serem abertas a respeito de todo o trabalho e os desafios com sua execução"

Em uma equipe multidisciplinar um indivíduo tem a oportunidade de contribuir a partir da própria perspectiva. Todo mundo sabe para onde estamos indo e tem uma voz. Isso cria um ambiente transparente e reduz as surpresas para os membros da equipe. Os três pilares do empirismo estão lá para capacitar o indivíduo e a equipe. O livro This is lean, de Niklas Modig e Pär Åhlström, exemplifica este conceito com um campo de futebol: "Cada jogador pode ver e ouvir e está ciente de tudo o que está acontecendo o tempo todo. Com base neste quadro claro eles podem tomar decisões sobre como juntos podem marcar um gol". Além disso, a transparência – um dos principais pilares do Scrum – é importante para a abertura. Os backlogs de produto e da sprint, os mapas e os recursos de visualização servem para compartilhar informações sobre onde estamos, quais são os nossos desafios e para onde gostaríamos de ir. Ideias brilhantes podem vir de qualquer um que trabalha em um projeto. A retrospectiva pode ser um exemplo em que a equipe está aberta para apreciar a obra concluída, compartilhar informações e discutir possibilidades de melhorias. A equipe fica aberta a trabalhar em um ambiente mais amplo com diferentes descrições de trabalho e disciplinas.

4. Respeito

"Os membros da equipe Scrum respeitam e veem uns aos outros como pessoas capazes e independentes"

Nós seres humanos preferimos trabalhar em um ambiente onde somos respeitados por termos diferentes formações, experiências e insights. A equipe multidisciplinar tem diversidade e desempenha um papel importante no cumprimento de metas da sprint. As pessoas não deveriam ser julgadas por sua experiência ou formação e a abertura só pode ser alcançada quando os membros da equipe são respeitados e incentivados a tomar decisões. Não se deve culpar, mas sim motivar a contribuir e corrigir. Quando há relações disfuncionais na equipe, os objetivos não podem ser cumpridos. Quando não se respeita uma pessoa, suas ideias ou comentários também não serão apreciados. Por exemplo: a equipe de desenvolvimento deve ser respeitada em suas estimativas e nas maneiras que pretende alcança-las. A equipe deve respeitar as decisões tomadas pelo product owner e pelo scrum master considerando os aspectos futuros e entendendo as perspectivas. Deve haver respeito pelas decisões tomadas internamente e externamente.

5.Coragem

"Os membros da equipe têm coragem para fazer a coisa certa e trabalhar em problemas difíceis"

O Scrum acolhe mudanças, e mudanças exigem coragem – e o Scrum as gerencia para a melhor entrega possível de valor. É como um laboratório onde a equipe pode experimentar e aprender maneiras de melhor contribuir e agregar valor. O Scrum é um framework que oferece oportunidades para desenvolvimento de procedimentos e métodos próprios de acordo com as necessidades do projeto e do ambiente (desde que em conformidade com o Scrum). Isso só pode acontecer quando a equipe Scrum mostra coragem para dar um passo em frente e aprender com ele. Trata-se de assumir riscos e tentar coisas novas. A coragem é um valor fundamental e a equipe Scrum deve ter coragem de questionar e compreender as decisões que estão sendo tomadas e principalmente de não entregar um software com menor qualidade ou com uma característica que ninguém pediu.

Este artigo foi baseado em https://khurrambhatti.com/2016/07/23/the-five-scrum-values-in-scrum-guide-2016/

Tags:

Pesquisa

Categorias

Tags Mais Populares